Reconstrução da Casa das Bocas – Unidade de Saúde Familiar

Impacto Social

DESIGNAÇÃO DA INTERVENÇÃO URBANA:
Nome: Reconstrução da Casa das Bocas – Unidade de Saúde Familiar
Localização: Rua João Mendes, n.70, Viseu
Promotor/dono de obra: Viseu Novo - SRU - Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu, S.A.
Arquiteto: Natália Mendes Figueiredo
Construtor: Irmãos Almeida Cabral, Lda.
Data do fim de construção: 30/12/2021

ENTIDADE QUE APRESENTA A CANDIDATURA: Empresa: Viseu Novo - SRU - Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu, S.A.
Morada: Rua da Paz nº52, 1º andar (Edifício Banco de Portugal)
Localidade: Viseu
Código Postal: 3500-168 Viseu
Telefone: 232448098
Site: https://viseunovo.pt/pt
APRESENTAÇÃO BREVE DA INTERVENÇÃO URBANA:

Datada do séc. XVII, a Casa das Bocas está localizada num local de elevado valor arqueológico, com a muralha a passar ao longo da Rua, e é detentora de vários elementos arquitetónicos que testemunham o seu valor histórico e patrimonial, como os três portais decorados com volutas de estilo barroco, as lumieiras de granito em forma de caderna, as janelas de cornija assente em mísulas, a platibanda com balaustres e, principalmente, a distinta cornija com friso de oito gárgulas. Aquando da execução do projeto de Reconstrução, o edifício encontrava-se devoluto e em ruína, possuindo apenas algumas alvenarias de granito (interiores e exteriores). Pretendia-se a sua intervenção para instalar uma Unidade de Saúde Familiar, associada a um plano de ação estratégico de revitalização da zona, prevendo-se a sua utilização por 18.000 utentes. Atualmente, a Casa das Bocas é constituída por 3 pisos, com um logradouro a tardoz e um pátio interior descoberto e comum a todos os pisos. O programa funcional da Unidade de Saúde está distribuído por todos os pisos e conta com 3 zonas de espera e atendimento, 21 gabinetes para prestação de cuidados médicos, áreas administrativas e técnicas. Dado o estado de ruína em que se encontrava o edifício, apenas foi possível recuperar as paredes exteriores dos alçados, a escadaria de granito e uma parede interior que, parte dela acabou por ruir aquando do inicio das obras. Todos os restantes elementos estruturais, foram executados adotando técnicas construtivas atuais.

MOTIVO DA CANDIDATURA:

Divulgar e promover os projetos e obras desenvolvidos pela Viseu Novo, SRU. Incentivar os promotores privados à valorização do património, demonstrando todo o potencial da reabilitação e o nosso desígnio de intervenção enquanto empresa municipal, dentro dos limites da Área de Reabilitação Urbana (ARU).